Panorâmica São José dos Campos FaceBook do POrtal São José Twitter do Portal São José
Home | Cadastre sua Empresa | Acessos | Fotos da Região | Créditos                               Quarta, 21 de Novembro de 2018
Acesso à página principal
Logotipo Portal São José



  • Envie uma mensagem para Marcia Pavarini...
  • Outras matérias já publicadas...


    Lalibela - O Santuário Cristão da Etiópia - Por Márcia Pavarini

    Texto e fotos: Márcia Pavarini
     

    Pense numa igreja. Imagine a mais espetacular que você já viu pessoalmente, em foto ou em filme. A tendência é pensar numa edificação a partir do nível do solo, certo?

    Mas existe um lugar, o único no mundo, onde 11 igrejas foram escavadas em rocha no século XIII, a partir do solo para baixo, ou seja, as edificações  ficam abaixo do nível da terra. A área era demarcada e fossos profundos de até 13 metros foram cortados ao redor livrando um gigantesco monólito, onde era esculpida a igreja.


    A penumbra das passagens e túneis que ligam uma igreja à outra, os afrescos, o som das canções e o cheiro de incenso nos transportam às dependências do paraíso.

    É em LALIBELA, cidade ao norte da Etiópia, onde ficam estes tesouros da arquitetura medieval africana. Ela é a segunda cidade mais sagrada da Etiópia,(a primeira é Aksun) e é um centro de peregrinação considerada a “Jerusalém da África”. A população de Lalibela é, em sua maioria,  composta de  ortodoxos cristãos.

    Cada igreja tem a presença mística de um religioso de turbante e vestimentas longas, empunhando um bastão com uma rebuscada cruz de bronze no alto.  A mais impressionante é a Bet Gyiorgis, Igreja de São Jorge, com cerca de 800 anos de idade. Construída em forma de cruz, é cercada por um fosso seco que a separa das outras igrejas. No interior de cada igreja há réplicas de baús que representam a Arca perdida. O santuário cristão de Lalibela é considerado a “Nova Jerusalém” pelos peregrinos.



    Quando se fala em Etiópia logo se pensa em fome, pobreza e flagelo humano. Na verdade, essa é a face trágica do país, mas o outro lado da medalha é que a Etiópia é um país de cultura e monumentos de um valor inestimável. Além do santuário cristão de Lalibela, tombado pela UNESCO como patrimônio da Humanidade, a Etiópia tem uma das histórias mais antigas do mundo. Segundo descobertas recentes, a espécie Homo Sapiens (nossa espécie) seria originária dessa região.

    A Etiópia localiza-se no leste do continente africano, na região conhecida como chifre da África.   
    Sofreu influência colonial dos europeus, principalmente de Portugal, no século XVI, durante a época em que recebeu apoio militar para evitar a invasão muçulmana.

    26 de setembro
    Hoje, é a véspera do segundo dia mais sagrado da Etiópia, quando se comemora o chamado “FINDING CROSS” (a Cruz encontrada), festival trazido pelos gregos cristãos ortodoxos no século VI.

    Esse festival, celebrado anualmente no país já há 1.600 anos, comemora o descobrimento das escrituras que relatam como os fragmentos da cruz em que Jesus foi crucificado chegaram até a Etiópia.


    A comemoração leva milhares de fiéis cristãos à praça MESKEL para assistir à colorida procissão com desfiles onde os participantes usam vestes medievais das cruzadas enquanto, bispos ortodoxos, envergam batas bordadas e brocados . Centenas de sombrinhas  multicores completam a indumentária.

    A unidade cultural do país, no entanto, sobrevive a um autêntico mosaico de línguas, raças e religiões, que contribuiu para agravar os choques armados entre seus habitantes nos últimos anos do século XX.

    No caótico centro da Capital Adis Abeba, o trânsito  divide espaço com burrinhos carregados de cargas, que desviam dos pedintes enfermos e mutilados e famílias mendigas que vivem nas calçadas.

    Lalibela fica ao norte da Etiópia e é um centro de peregrinação considerada a “Jerusalém da África”. A população de Lalibela é, em sua maioria,  composta de  ortodoxos cristãos.

    Quem for à Etiópia não pode perder a cerimônia do café com pipoca, que é uma tradição local, já que a bebida foi descoberta por lá.
    Outros pontos imperdíveis são: O Festival do Finding Cross e a perigrinação religiosa às igrejas de Lalibela.
    A visita ao museu é imprescindível, pois lá está a múmia da hominídeo de de 3,5 milhões de anos.

  • Galeria e Imagens



    Márcia Pavarini
    Ao longo de vários anos Márcia Pavarini percorreu o mundo viajando por todos os continentes e até aos Pólos. Foi anotando suas aventuras em diários que, hoje, perfazem aproximadamente 5.000 páginas. Ela esteve, até agora, em 240 países, de acordo com o critério de contagem da Travelers Century Club TCC. Na Coluna “Diário das 1001 Viagens” Márcia Pavarini divide com os internautas, do Portal, as experiências vivenciadas durante suas andanças.

    + Agenda
    Imagem Sesc São José exibe uma seleção de filmes da 42ª Mostra Internacional de Cinema
    + Coluna Zoo
    Cadastro gratuito para as castrações de cães e gatos em São José dos Campos
    + Empresarial
    Senac São José dos Campos realiza atividades gratuitas para incentivar o empreendedorismo
    + Espaço do Consumidor
    Imagem Operação do Procon, em São José dos Campos, combate golpes relacionados a Black Friday
    + Esporte
    Imagem Judô no Tênis Clube
    + Matérias
    Imagem Obra sobre a arquitetura moderna joseense comemora 20 anos. Veja fotos antigas da cidade
    + Meio Ambiente
    Imagem Pesquisa apresenta perfil atual das onças-pintadas na América do Sul
    + Poesia da Arte
    Por Sonia Furquim
    + Turismo Diferente
    Imagem Portal São José no Sul - Parte 2: Morro do Campestre em Urubici, Santa Catarina, Brasil

     + Promoções
    Imagem Black Friday Natura - Claudia Mendonça: Consultora Digital Natura
    Imagem Black Friday Aliança Francesa São josé dos Campos!
     + Classificados
    • ALUGO apartamento cobertura em Campos do Jordão

     
    Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2005 - Todos os direitos reservados