Panorâmica São José dos Campos FaceBook do POrtal São José Twitter do Portal São José
Home | Cadastre sua Empresa | Acessos | Créditos                               Quinta, 9 de Dezembro de 2021
Acesso à página principal
Logotipo Portal São José



Criação e
Desenvolvimento



Tel. 12 3923.4600
Av. Dr. Mário
Galvão, 78
Centro - SJC/SP
12209-004
BUSCA DE EMPRESAS NO PORTAL >>
Acesse também: Jacareí
O conteúdo publicado não expressa necessariamente a opinião do Portal e é de total responsabilidade do autor.



3º Prêmio de Arquitetura Instituto Tomie Ohtake Akzonobel abre inscrições para 2016

( Caderno: Arquitetura & Estilo )

Marca esta edição o Simpósio “Narrativo de uma Prática”, com a participação do arquiteto Souto de Moura, no dia 17 de março, a partir das 18h

 

O Instituto Tomie Ohtake e a AkzoNobel dão continuidade ao mapeamento da produção arquitetônica contemporânea, ao destacar projetos que construam um desenho significativo do panorama atual da arquitetura nacional nos seus mais variados contextos. A relação urbana e o comprometimento com o sítio de implantação, a inventividade projetual e construtiva e a sustentabilidade são os critérios fundamentais que o 3º Prêmio de Arquitetura Instituto Tomie Ohtake AzkoNobel busca responder e iluminar.

Para esta terceira edição, as inscrições devem ser feitas online, de 29 de fevereiro a 10 de abril, no site do Instituto Tomie Ohtake (www.institutotomieohtake.org.br), no qual encontram-se informações completas sobre a premiação, como edital, plataforma de inscrição etc.

Faz parte do Prêmio realizar atividades que ampliem a discussão sobre urbanismo e arquitetura contemporânea. Marcante nesta edição será o Simpósio “Narrativas de uma Prática”, no dia 17 de março, com a presença de importantes arquitetos brasileiros e internacionais, como o português Eduardo Souto de Moura, ganhador do Prêmio Pritzker de 2011. (Programação no final do release)

Uma Mostra de Filmes sobre arquitetura, que serão projetados na fachada do edifício que abriga o Instituto Tomie Ohtake, também está na programação paralela, assim como ações educativas voltadas a crianças e jovens, que têm por objetivo promover uma discussão arquitetônica na escala da cidade e levantar questões sobre a relação das pessoas com os espaços que as cercam.

Sobre o Prêmio

O Prêmio é exclusivamente destinado a arquitetos brasileiros ou estrangeiros que vivam no Brasil há pelo menos dois anos, com até 45 anos de idade, e projetos arquitetônicos construídos durante os últimos oito anos. Arquitetos, escritórios de arquitetura ou coletivos de arquitetos podem se inscrever com mais de um projeto, o que contribui para demonstrar um panorama da arquitetura brasileira nos seus mais variados contextos.

Os dez projetos finalistas participam da exposição na sede do Instituto Tomie Ohtake (de 23 de junho a 7 de agosto de 2016), quando serão anunciados os três vencedores (23 de junho). Os arquitetos responsáveis pelos três projetos mais destacados serão premiados com viagens internacionais para Dubai, Emirados Árabes Unidos (1° colocado), Varsóvia, Polônia (2° colocado) e Santiago, Chile (3° colocado).

Nesta edição, a comissão de jurados é composta pelos especialistas Gianfranco Vannucchi, Carlos Vainer, Daniel Corsi e Priscyla Gomes.


Em 2015, o arquiteto Pedro Varella (Escritório Grua Arquitetura) foi o grande vencedor com o projeto Cota 10 (Rio de Janeiro, RJ, 2015). “O prêmio teve um efeito muito positivo para mim e para meus colegas, mas sua contribuição mais significativa certamente está para além disso. Com um corpo de jurados extremamente qualificado e uma organização exemplar, o Instituto Tomie Ohtake, com o Prêmio de Arquitetura, se posiciona como um importante articulador no debate sobre as possibilidades de atuação dos arquitetos nas cidades de hoje”, declara Varella.

O segundo lugar foi para o projeto Estúdio Madalena (São Paulo, SP, 2014) de Anderson Freitas, Pedro Barros e Acácia Furuya (Escritório Apiacás Arquitetos), enquanto Eduardo Crafig Ferreira de Assis (Escritório SIC Arquitetura) ficou em terceiro com o projeto Alojamento para Estudantes – Ciudad del Saber (Ciudad de Panamá, Panamá, 2013).

O Prêmio de Arquitetura Instituto Tomie Ohtake AkzoNobel 2016 é resultado de uma parceria entre o Instituto Tomie Ohtake e a AkzoNobel que se insere dentro das perspectivas do Instituto como um centro cultural compromissado com o estudo e a divulgação das artes plásticas, arquitetura e design contemporâneos.

“Nós, da AkzoNobel, temos orgulho em fortalecer esta parceria com o Instituto, essencial para dar visibilidade aos projetos urbanísticos e estimular seu reconhecimento, fomentando o desenvolvimento de soluções cada vez mais inovadoras”, afirma Heder Frigo, diretor da AkzoNobel no Brasil.

Prêmio de Arquitetura Instituto Tomie Ohtake AkzoNobel 2016

Inscrições de 29 de fevereiro a 10 de abril de 2016 pelo site

http://www.institutotomieohtake.org.br

Sobre a AkzoNobel

AkzoNobel é uma companhia global líder em tintas e revestimentos e uma das principais produtoras de especialidades químicas. Contando com vários séculos de experiência, fornecemos para indústrias e consumidores em todo o mundo produtos inovadores e tecnologias sustentáveis, concebidos para satisfazer as crescentes necessidades de nosso planeta, em rápida evolução. Com sede em Amsterdã, na Holanda, empregamos aproximadamente 46.000 funcionários em cerca de 80 países, enquanto nosso portfólio inclui marcas bem conhecidas como Coral, Sikkens, International, Interpon e Eka. Consistentemente classificada como uma das empresas líderes na área de sustentabilidade, estamos comprometidos em tornar a vida mais agradável e as nossas cidades mais humanas.

O Brasil é o quarto maior mercado para a AkzoNobel no mundo. A empresa conta com cerca de 2.800 colaboradores, distribuídos em 15 fábricas em seis estados e divididos em três principais áreas: Tintas Decorativas, Performance Coatings e Especialidades Químicas. Cada área possui unidades de negócios dedicadas a serviços específicos. Dessa forma, atuamos nos mais diversos segmentos, tais como: tintas imobiliárias e vernizes para proteção de madeiras; revestimentos automotivos e aeroespaciais, tintas em pó, tintas marítimas, tintas industriais, revestimentos para embalagens, revestimentos e adesivos para madeira e químicos para as indústrias de papel e celulose, higiene e limpeza, cosmética, agricultura, óleo & gás, asfalto e mineração. Por seu amplo portfólio e atuação em diferentes áreas, a AkzoNobel está presente na vida cotidiana do brasileiro e trabalha para oferecer cada vez mais produtos inovadores e sustentáveis, em linha com sua visão e filosofia.

SIMPÓSIO NARRATIVAS DE UMA PRÁTICA

 

17 março 2016 | 18 horas

Após realizar duas edições de seu Prêmio de Arquitetura, o Instituto Tomie Ohtake propõe um simpósio acerca da produção arquitetônica contemporânea. O contexto brasileiro, ainda escasso de debates desse tipo, pouco vem fomentando reflexões críticas acerca da prática arquitetônica e o caráter de seus projetos.

A partir desse horizonte, alguns arquitetos foram convidados a refletir como a prática profissional vem enfrentando as problemáticas urbanas atuais, com variáveis cada vez mais complexas e suas demandas socioambientais, econômicas e programáticas.

A oportunidade de refletir sobre essas questões soma-se à possibilidade de receber um dos mais importantes nomes da arquitetura contemporânea portuguesa, Eduardo Souto de Moura.

ABERTURA:

ARQUITETURA CONTEMPORÂNEA BRASILEIRA: DIAGNÓSTICOS E DESAFIOS

Os arquitetos que integraram o júri da segunda edição do Prêmio de Arquitetura Instituto Tomie Ohtake AkzoNobel são convidados à mesa para refletirem sobre o contexto em que se insere a prática arquitetônica atual no Brasil. Com base também nos perfis dos projetos apresentados ao prêmio, os arquitetos tecerão considerações sobre as limitações, horizontes e tendências a que os projetos da jovem geração de arquitetos brasileiros vêm se direcionando.

Abilio Guerra – arquiteto pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo PUC-Campinas, mestre e doutor em História pelo IFCH Unicamp. É editor da Romano Guerra Editora e do Portal Vitruvius e professor da FAU Mackenzie

Carlos Teixeira – arquiteto pela Escola de Arquitetura da UFMG e mestre em urbanismo (distinction, Architectural Association). É fundador do escritório Vazio S/A Arquitetura e Urbanismo

Shundi Iwamizu – arquiteto formado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo. É sócio do escritório SIAA, e atualmente é docente na Escola da Cidade.

SOUTO DE MOURA, UM DEPOIMENTO PORTUGUÊS

O arquiteto apresenta sua produção contemporânea, pautada pelo contexto português e sua vivência junto à Faculdade de Arquitetura do Porto. A mesa pretende discutir a trajetória do arquiteto, focada principalmente pela sua produção atual, visando contextualiza-la e problematiza-la no cenário arquitetônico internacional.

Eduardo Souto de Moura – arquiteto português formado pela Escola Superior de Belas Artes do Porto onde foi professor. Foi professor-assistente do curso de arquitetura na Universidade do Porto e professor convidado da Faculdade de Arquitetura de ParisBelleville, nas Escolas de Arquitetura da Universidade de Harvard, e de Dublin, na Irlanda, bem como na ETH de Zurich e ainda na Escola de Arquitetura de Lausanne.

Os debates serão mediados por Paulo Miyada (arquiteto e Mestre pela FAU-USP, curador-adjunto do 34º Panorama da Arte Brasileira e curador do Instituto Tomie Ohtake), e Priscyla Gomes (arquiteta e mestranda pela FAU-USP, membro do júri do Prêmio de Arquitetura em 2015 e 2016, integra o Núcleo de Curadoria do Instituto Tomie Ohtake).

JÚRI – Biografias


Gianfranco Vannucchi

Nasceu em Florença, na Itália. Graduou-se em Arquitetura e Urbanismo na cidade de São Paulo, em 1975, logo após tornando-se sócio da Königsberger Vannucchi Arquitetos Associados. Foi consultor da Fundação Bienal de São Paulo. Exerceu a presidência da AsBEA - Associação Brasileira de Escritórios de Arquitetura, no biênio 2000/2002. É membro do Conselho Diretor do Museu da Casa Brasileira, membro do colegiado SEHAB - Secretaria de Habitação da Prefeitura de São Paulo, membro da Comissão Técnica de Legislação Urbana do SECOVI e membro da Federação do Comércio do Estado de São Paulo.


Carlos Vainer

Coordenou o Grupo de Trabalho sobre Migrações Internas da Associação Brasileira de Estudos Populacionais. Por três vezes foi eleito diretor do IPPUR/UFRJ. É consultor do CNPq, CAPES, FINEP, FAPERJ, FACEPE. Integra o International Committee on Dams, Rivers and People e representa o IPPUR/UFRJ no Dams and Development Project / United Nations Environment Programme. Integra os comitês editoriais das revistas: Planning Theory and Practice Journal, Travessia - A Revista do Migrante; Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais; Sociedade e Meio Ambiente. É consultor-leitor de várias revistas científicas. Integra o Comitê Organizador do II World Schools of Planning Congress, México 2006.


Daniel Corsi

Graduado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Mackenzie em 2003 com os Prêmios Miguel Forte e Telésforo Cristófani. Mestre pela FAU da Univesidade de São Paulo em 2012. Professor das FAU-Mackenzie e FAU-Senac desde 2010. Trabalhou com os arquitetos Biselli + Kacthoborian (São Paulo | 2001-2004), Gaeta-Springall + Higuera-Sanchez (México-D.F. | 2004-2005) e Cloud9 | Enric Ruiz-Geli (Barcelona | 2005-2006), participando de inúmeros projetos e concursos. Sócio fundador do escritório CNH | Arquitetos (2007) e, posteriormente, do CORSI HIRANO ARQUITETOS (2010).

Priscyla Gomes

Arquiteta formada pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo. Desde a graduação, pesquisa a relação entre a arquitetura e as demais artes, tema atual de sua pesquisa de Mestrado na Universidade de São Paulo. Atualmente integra o Núcleo de Pesquisa e Curadoria do Instituto Tomie Ohtake, onde curou exposições como Nós entre os extremos (2015), E se quebrassem as lentes empoeiradas? (2015), Medos Modernos (2014), V Mostra 3M de Arte Digital (2014), entre outras. Foi assistente de curadoria de Nelson Brissac em Ver do Meio (2015), quarta edição das exposições sobre Arquitetura Brasileira no Instituto Tomie Ohtake. É colaboradora da Revista Centro, especializada na intersecção entre arquitetura, arte e cinema. Coordena o Filming Architecture, workshop acadêmico itinerante sobre representações narrativas da arquitetura.


Fonte: Pool de Comunicação


  + Arquitetura & Estilo



E-MAILS DO PORTAL SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

Anúncios/Cadastros/Contato/Cartas: cidade@saojosedoscampos.com.br
Editorial: imprensa@saojosedoscampos.com.br
Criação/Arte: agencia@mrpropaganda.com.br

Av. Dr. Mário Galvão, 78 - Centro - São José dos Campos - SP
Telefone: (12) 3923.4600 | Whatsapp: (12) 99713-7333 ou 99712-8419









+ Empresarial
Imagem Embraer: Eve fecha parceria para fornecer aviões elétricos a empresa australiana
+ Espaço do Consumidor
Imagem Hyundai e Caoa São José dos Campos responde reclamação de cliente
+ História
Imagem Fotos eclipse. Por Hind Nader Elkhouri
+ Museu do Comércio e Indústria
Imagem London Bar
+ Poesia da Arte
Imagem Por Sonia Furquim

 
Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2005 - Todos os direitos reservados
Fale com a gente!