Panorâmica São José dos Campos FaceBook do POrtal São José Twitter do Portal São José
Home | Cadastre sua Empresa | Acessos | Créditos                               Terça, 29 de Setembro de 2020
Acesso à página principal
Logotipo Portal São José



Criação e
Desenvolvimento



Tel. 12 3923.4600
Av. Dr. Mário
Galvão, 78
Centro - SJC/SP
12209-004
BUSCA DE EMPRESAS NO PORTAL >>
Acesse também: Jacareí
O conteúdo publicado não expressa necessariamente a opinião do Portal e é de total responsabilidade do autor.



Hospital São Camilo: Quanto tempo o novo Coronavírus sobrevive no ar e superfícies?

( Caderno: Seção Saúde )

Infectologista do Hospital São Camilo responde a dúvidas sobre ciclo de resistência do vírus

Estudo realizado por cientistas dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) e da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, indica que o novo Coronavírus pode sobreviver até três dias em algumas superfícies.

Segundo a pesquisa, o vírus resiste por cerca de 72 horas no plástico e 48 horas no aço inoxidável, enquanto no papelão tem uma sobrevida de 24 horas. Já no cobre, apenas 4 horas.

Publicidade


O levantamento também mostra que o vírus pode sobreviver no ar entre 40 minutos e 2h30, após uma pessoa infectada tossir ou espirrar.

A infectologista da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo Dra. Adriana Coracini afirma que os cientistas promoveram artificialmente a nebulização do vírus no ambiente, fazendo com que ele fosse aerossolizado e, a partir daí, testado em todas as superfícies para checar o seu tempo de sobrevida.

A especialista destaca, no entanto, que, como o estudo foi realizado em laboratório, o tempo de sobrevida real pode ser um pouco diferente.

"É importante frisar que uma vez que o teste não foi gerado por um paciente e sim por uma aerossolização artificial, a sobrevida do vírus não necessariamente será a mesma do que quando uma pessoa infectada tosse ou espirra”, explica.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a principal forma de transmissão do COVID-19 é por gotículas respiratórias, ou seja, as superfícies onde o vírus possui sobrevida, e não pelo ar. Por isso, o alerta da higienização é importante e sempre ressaltado, seja lavando as mãos ou limpando objetos.

“A melhor forma de higienizar é com a utilização do álcool gel 70% ou outros componentes que usamos no hospital à base de álcool, como o clorexidina ou o quaternário de amônio, que é mais usado para dispositivos como celulares e computadores”, detalha Adriana.

Segundo a médica, os compostos de clorados inativam o vírus, em qualquer ambiente. Então, qualquer um desses, usados antes do período em que o vírus morre sozinho, já será eficaz para a esterilização.

Adriana finaliza ressaltando que os estudos não testaram a sobrevida do vírus nos tecidos das roupas, onde é possível que ele sobreviva também. Porém, não há como estimar o tempo que o COVID-19 possa resistir nestas condições.


Fonte: Máquina Cohn & Wolfe / Foto Reprodução


  + Seção Saúde



E-MAILS DO PORTAL SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

Anúncios/Cadastros/Contato/Cartas: cidade@saojosedoscampos.com.br
Editorial: imprensa@saojosedoscampos.com.br
Criação/Arte: agencia@mrpropaganda.com.br

Av. Dr. Mário Galvão, 78 - Centro - São José dos Campos - SP
Telefone: (12) 3923.4600 | Whatsapp: (12) 99713-7333 ou 99712-8419







+ Dicas do Portal
Imagem Curso Regular de Francês p/Iniciantes Aliança Francesa Vale do Paraíba - Turma de OUTUBRO!
+ Espaço do Consumidor
Imagem Locador de imóvel reclama a imobiliária de São José dos Campos o pagamento do IPTU atrasado
+ História
Imagem Fotos eclipse. Por Hind Nader Elkhouri
+ Museu do Comércio e Indústria
Imagem Panificação SantAnna
+ São José Solidária
Imagem Associação Educacional para Crianças Especiais Bem-Te-Vi
+ Seus Direitos
Imagem TJSP reconhece troca de mensagens de WhatsApp como extensão de contrato entre advogado e cliente

 
Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2005 - Todos os direitos reservados