Panorâmica São José dos Campos FaceBook do POrtal São José Twitter do Portal São José
Home | Cadastre sua Empresa | Acessos | Créditos                               Terça, 24 de Maio de 2022
Acesso à página principal
Logotipo Portal São José



Criação e
Desenvolvimento



Fale com a gente! 12 99713.7333
Av. Dr. Mário
Galvão, 78
Centro - SJC/SP
12209-004
BUSCA DE EMPRESAS NO PORTAL >>
Acesse também: Jacareí
O conteúdo publicado não expressa necessariamente a opinião do Portal e é de total responsabilidade do autor.



Estudantes da escola Moabe Cury participam de oficina no Inpe

( Caderno: Educação )

Durante a visita ao Inpe, os estudantes tiveram contato com
tecnologia de ponta e computadores de última geração

 

Um grupo de estudantes da escola estadual Moabe Cury, do Conjunto Residencial Elmano Ferreira Veloso, na zona sul, participou de uma oficina no Laboratório de Geoprocessamento do Inpe (instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), na tarde desta terça-feira (9), para elaboração de um mapa participativo da região do entorno da escola. Na segunda, dia 8, estudantes da escola estadual Elídia Tedesco de Oliveira do Galo Branco também participaram da oficina.

Publicidade

O contato com a ciência é um dos objetivos do programa, realizado pelo Departamento de Programas para a Juventude em parceria com a Diretoria Regional de Ensino, Polícia Militar e Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). Também é objetivo levar informações e serviços úteis para jovens que estão no ensino médio, além de orientá-los sobre os serviços públicos oferecidos em seus bairros.

Durante a visita ao Inpe, os estudantes tiveram contato com tecnologia de ponta e computadores de última geração para a elaboração de mapas com a indicação de novos equipamentos públicos e melhorias na área do entorno de sua escola.

“Os estudantes tiveram acesso a um sistema geográfico de informação com imagens de altíssima resolução do satélite Cbers 4, mapas e cartas, além de dados estatísticos para a elaboração de mapas sobre seus bairros”, disse o pesquisador e coordenador do Lades (Laboratório de Aplicação de Dados Espaciais em Apoio à Sociedade), René Antonio Novaes Junior.

Para Renê, a leitura do território desperta o sentimento de pertencimento e de cidadania nos jovens, tanto em busca de melhorias para seu bairro, como também para o cuidado com os equipamentos públicos existentes.

“Ao disponibilizar conhecimento das geotecnologias, o Inpe, através do Lades, abre suas portas para participar ativamente na construção deste mapeamento participativo e, também, na formação destes cidadãos”, disse a pesquisadora Jussara de Oliveira Ortiz.

Todas as cinco escolas que integram o programa irão participar das duas etapas da oficina, que ocorrem até o dia 12 e depois entre os dias 22 e 26 de novembro, para a elaboração final do mapa. Também fazem parte do programa as escolas estaduais Geraldina Coelho Monteiro (Nova Michigan), Euclides Miragaia (Vila Nair) e Jorge Barbosa Moreira (Vila Cândida).

Para a professora de artes da escola Moabe Cury, Neide Nunes Fava, as oficinas contribuem ainda mais para o desenvolvimento da cidadania. “Muito importante essa iniciativa que desperta a conscientização dos alunos e da população sobre as melhorias necessárias para o bairro e sobre a necessidade de preservação dos equipamentos públicos”, disse.

A estudante Kauanny Vitoria Pereira Lopez, 17 anos, moradora do Campo dos Alemães, está feliz em poder contribuir com seu bairro. “Ter a oportunidade de conseguir melhorias e a revitalização do bairro é muito legal. São áreas familiares que precisam de atenção do poder público”, disse.

Felipe Gudiérrez, 17 anos, morador do Jardim Imperial, disse que o programa permitiu que ele conhecesse melhor a região. “Eu acabei conhecendo melhor o bairro e pude perceber que podemos buscar melhorias como reforço de iluminação nas praças, manutenção de parquinhos e a reforma de quadras esportivas. Eu me sinto bem e honrado em poder falar e ter voz. Eu espero que a prefeitura possa nos ouvir e realizar as melhorias necessárias para o bairro”, disse.

A estudante Lyvia Isabelle da Silva Ferreira, 17 anos, moradora do Dom Pedro 1º, aprovou a iniciativa e espera contribuir com a região. “São lugares bem movimentados e que precisam estar em boas condições de uso. Com este projeto, aprendi a observar e também como correr atrás de melhorias. Antes, eu olhava, mas não falava porque minha voz não tinha importância. Agora consigo ver um caminho. Me sinto muito bem em fazer parte deste projeto”, disse.

O projeto prevê ainda a apresentação dos resultados das pesquisas de campo aos demais colegas de escola em assembleia e em audiência com o prefeito na Câmara Municipal.


Fonte: Com informações da Secretaria de Ensino de São José dos Campos / Foto Divulgação Adenir Britto/PMSJC


  + Educação



E-MAILS DO PORTAL SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

Anúncios/Cadastros/Contato/Cartas: cidade@saojosedoscampos.com.br
Editorial: imprensa@saojosedoscampos.com.br
Criação/Arte: agencia@mrpropaganda.com.br

Av. Dr. Mário Galvão, 78 - Centro - São José dos Campos - SP
Whatsapp: (12) 99713-7333 ou 99712-8419









+ Dengue Não
Imagem Terreno baldio no centro de São dos Campos - RESOLVIDO
+ Dicas do Portal
Imagem Dica do Portal: Assita ao Filme DPA 3!
+ Espaço do Consumidor
Imagem Hyundai e Caoa São José dos Campos responde reclamação de cliente
+ História
Imagem Fotos eclipse. Por Hind Nader Elkhouri
+ Mercado Publicitário
Imagem Marcas transformam seus mascotes em tiktokers
+ Museu do Comércio e Indústria
Imagem Casa São José
+ Poesia da Arte
Dia da Poesia - Tempo e Infinitude. Por Sonia Furquim

 
Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2005 - Todos os direitos reservados
Fale com a gente!