Panorâmica São José dos Campos FaceBook do POrtal São José Twitter do Portal São José
Home | Cadastre sua Empresa | Acessos | Créditos                               Sexta, 19 de Julho de 2019
Acesso à página principal
Logotipo Portal São José



  • Envie uma mensagem para Marcia Pavarini...
  • Outras matérias já publicadas...


    Deserto do Atacama, um mar de sal! Por Márcia Pavarini.
    Postado em 06/09/2007


    Há mais de 20 milhões de anos, a região de Antofagasta, ao norte do Chile, ficava coberta pelo oceano Pacífico. Com o passar dos milhares de anos, duas Cordilheiras que a cercavam, a dos Andes e a de Domeyko, foram sendo comprimidas uma contra a outra, expulsando as águas do mar.

    O escoamento das águas do oceano deste altiplano andino deixou o solo e as montanhas impregnadas de sal, o que fez com que a região se transformasse num deserto de sal, conhecido como Deserto de Atacama.

    Formado por lagos salgados, gêiseres fumegantes, vales e montanhas de sal, o deserto de Atacama apresenta paisagens deslumbrantes e formações espetaculares que variam de coloração conforme o nascer ou o pôr do sol.

    No meio deste deserto salgado mais árido do mundo, fica o  povoado de San Pedro de Atacama.Esta pacata vila, considerada a capital arqueológica do país, é um oásis em meio aos salares. San Pedro fica na depressão pré altiplânica  a 2438 metros, acima do nível do mar.

    O difícil não é chegar em San Pedro de Atacama, mas ter de sair de lá. Tomar um avião de Santiago até Calama e depois um ônibus ou uma Van até San Pedro de Atacama, ao norte do Chile, é o primeiro passo para descobrir a magia que envolve a região.

    Com ruelas sem asfalto e casinhas empoeiradas feitas de adobe, uma espécie de tijolo artesanal secado ao sol, San Pedro parece ter parado no  tempo. As paredes das construções têm um acabamento feito com uma mistura de barro, palha e água. Como quase nunca chove, os telhados também são feitos dessa mistura, ao invés de serem cobertos com telhas.


    As construções mais antigas, como a bela igreja da vila, construída em 1774, tem o teto elaborado com madeira de cactus gigantes, uma planta típica da região, prática hoje proibida para evitar a extinção da madeira.

    Outra atração de San Pedro, é o Museu Padre Gustavo Le Paige, que conta a história do povo atacamenho que já existia há séculos antes de Cristo.

    Ao lado do museu, fica a feira de artesanato, com belíssimos trabalhos regionais e agasalhos feitos de pêlo da alpaca a preços tentadores.

    A vida em San Pedro passa em câmara lenta. Muitos hippies, mochileiros, aventureiros e turistas de todas as partes transitam pelas lânguidas ruas num clima de descontração, entrando no ritmo desacelerado do local.

    A população é constituída pelos descendentes da etnia Lican Antai ou atacamenha, influenciados pelos seus antepassados: os incas e os espanhóis, e mantêm arraigados seus costumes e ocupações.

    Na rua principal, a Calle Caracoles,  fica a maioria dos restaurantes, barzinhos transados e agências de turismo sempre lotadas.


    Atrações:

    VALLE DEL MARTE ou VALE da MORTE

    A 2 quilômetros de San Pedro, o Vale da Morte, possui formações rochosas e dunas, que mais parecem cenário de filme de ficção científica, daqueles em que a nave cai e os tripulantes dão de cara com os extraterrestres. O sedimento do solo é composto de sal e gesso, entre outros minerais, com uma coloração de rara beleza, entre o amarelo, rosado e branco.

    Emoldurando a paisagem marciana, ergue-se imponente, no horizonte, o folclórico vulcão LICANCABUR, com 5.960 metros de altitude.


    CORDILHEIRA DO SAL – Rochas que cantam

    A Cordilheira do Sal foi modelada  através dos milhões de anos pela chuva e pelo vento surgindo, assim, impressionantes formas e esculturas naturais  em variadas cores e com brilho em razão dos minerais que a compõem.

    A ação abrasiva das intempéries sobre esta formação geológica deu origem a uma seqüência de cerros que se assemelham a um fole de acordeão.

    Pela grande concentração de sal acumulada na superfície das formações, as rochas passam a fazer um escarcéu de estalidos durante o pôr e o nascer do sol em decorrência da mudança de temperatura. É como se centenas de pessoas ficassem estourando aquele plástico de bolhas ao mesmo tempo.


    VALLE DE LA LUNA -   Um lugar do outro mundo

    Como bem diz o nome, o Vale da Lua é famoso  por sua conformação parecida com a superfície lunar devido às estratificações e afloramentos salinos ocasionados por agentes naturais.


    O cenário é um show de bola mas, o espetáculo fica por conta do PÔR DO SOL apreciado por centenas de turistas a partir do topo das dunas do vale da Lua, de onde se tem uma vista panorâmica da belíssima formação geológica natural do Anfiteatro, das montanhas, das cordilheiras (Domeyko e dos Andes)  e da cadeia de vulcões em atividade que circundam o Vale, como o Licancabur, Águas Calientes, Lascar e Acamarachi.

    À medida que o sol se põe a coloração das montanhas vai tomando nuances  que vão do amarelo ouro ao escarlate. Tamanho é o esplendor da paisagem que chega a emocionar a ponto de causar arrepios, arrancar lágrimas e salva de palmas do espectador . É um espetáculo deslumbrante que a natureza repete a cada novo dia.


    GEYSERS DEL TATIO – Caldeirão do Inferno

    O campo de gêiseres do “EL TATIO”, a 99 Km de San Pedro, é uma visão infernal, no bom sentido, é claro.

    A 4.300 metros de altitude, imponentes fumarolas com jatos de água quente emergem na superfície, através de fissuras na crosta terrestre, alcançando uma temperatura de até 85º C e até 5 metros de altura. O ápice deste impressionante espetáculo pode ser apreciado nas primeiras horas da manhã entre 6:00 e 7:00 horas quando a temperatura fica abaixo de zero. O fenômeno origina-se em razão do contato do rio subterrâneo gelado com as rochas quentes que recobrem a região de origem vulcânica.

    Cortinas de fumaça, que saem dos 80 gêiseres em atividade, lembram um campo de batalha que acabou de ser bombardeado.


    O frio intenso da altitude faz com que muitos visitantes se aconcheguem próximos ao vapor das fumarolas.
    Quase entrei na fumarola para fugir do frio de –7ºC.


    SALAR DE ATACAMA – Enigma da natureza

    Mais de 96% do volume da água que escoa para o SALAR, vindo das montanhas, evapora-se, enquanto, 4% se converte em salmoura devido à alta concentração de sais. O sal vai brotando do solo e se acumulando na superfície, formando um relevo de crostas. Por esta razão, se diz que um salar crescer de baixo para cima.


    Comunidades de Flamingos Andinos povoam os salares alimentando-se de uma espécie de camarão minúsculo chamado ARTEMIA. O Artemia, tem um alto teor de beta caroteno o que dá a coloração rosada ao Flamingo.

    Esta zona é a mais rica do mundo em Lítio

    A melhor forma de conhecer a vida atacameña é optar por tours que combinem a maravilha do deserto com um estreito contato com as culturas originárias, como os históricos povoados de Toconao e Socaire.



    Conhecer os mitos, lendas, desvendar os mistéios que envolvem esta cultura milenar, admirar os lagos gelados do Altiplano Andino, saborear as deliciosas comidas típicas, percorrer os antigos caminhos transitados pelos Incas e por desbravadores atacameños com llamas, é uma experiência inesquecível e enriquecedora.



  • Márcia Pavarini
    Ao longo de vários anos Márcia Pavarini percorreu o mundo viajando por todos os continentes e até aos Pólos. Foi anotando suas aventuras em diários que, hoje, perfazem aproximadamente 5.000 páginas. Ela esteve, até agora, em 240 países, de acordo com o critério de contagem da Travelers Century Club TCC. Na Coluna “Diário das 1001 Viagens” Márcia Pavarini divide com os internautas, do Portal, as experiências vivenciadas durante suas andanças.

    + Dicas do Portal
    Imagem Dica do Portal: Curso Intensivo de Francês na Aliança Francesa São José dos Campos, de 22/07 a 08/08!
    + Empresarial
    Imagem São José dos Campos é a 4ª melhor cidade das Américas para negócios, conforme revista do grupo britânico Financial Times
    + Espaço do Consumidor
    Imagem Procon São José dos Campos orienta consumidores a fugir de golpistas e fraudadores
    + História
    Imagem Fotos eclipse. Por Hind Nader Elkhouri
    + Imigração Libanesa
    Imagem Casa São Jorge em 1943
    + Matérias
    Imagem Obra sobre a arquitetura moderna joseense comemora 20 anos. Veja fotos antigas da cidade
    + Meio Ambiente
    Imagem Elefante africano ajuda a aumentar estoque de carbono na floresta
    + Museu do Comércio e Indústria
    Imagem KDB Fiação - Antiga Kanebo do Brasil (Fundada em 1956)
    + São José Solidária
    Imagem AADA - Associação de Apoio ao Deficiente Auditivo
    + Seção Saúde
    Imagem USP: Café em excesso aumenta a chance de pressão alta em pessoas predispostas

     
    Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2005 - Todos os direitos reservados