Vista do Villa Branca Website Portal Jacareí Fanpage Portal Jacareí
Home | Cadastre sua Empresa | Créditos                                                                              Sábado, 24 de Outubro de 2020
Logotipo Portal Jacareí
Acesso à página principal


  • Envie uma mensagem para Marcia Pavarini...
  • Outras matérias já publicadas...


    Amantikir: Jardins que Falam - por Márcia Pavarini

    Texto - Márcia Pavarini
    Fotos - Alexandra Morcos

    Estudos recentes constataram que viajar faz bem para saúde física e mental. Mas, ante a atual pandemia, e as restrições impostas por ela, viajar pode causar uma grande insegurança e até estresse.

    É certo que, aos poucos, a rotina de viagem tende a voltar ao normal, ou talvez, a um “novo normal”. Enquanto isso, para aqueles que, tomar um avião ainda causa um certo receio, o conselho é procurar atrações ao ar livre.

    De olho nessa alternativa, os amantes da natureza, vem descobrindo locais perfeitos de grande sedução.

    Minha recente descoberta foi um local paradisíaco, localizado no berço da Serra da Mantiqueira, em Campos do Jordão. Trata-se do PARQUE AMANTIKIR, conhecido como “OS JARDINS QUE FALAM”.

    Com uma atmosfera bucólica, o Parque abriga centenas de espécies de plantas, flores e arvores dispostas em jardins temáticos

    Desenvolvido numa extensa área verde, de 60.000 m2, exibe, magistralmente, a reconstituição dos mais belos jardins de diversas partes do mundo, que por sua inspiradora beleza, vem se tornando referência no Brasil.

    Criado em 2007, a 180 km de São Paulo, e a 10km do centro de Capivari, o Parque Amantikir evoca a tranquilidade e a paz de espírito, muitas vezes despojadas pela exaustiva rotina do dia a dia.

    Ele vem se destacando como o principal atrativo, tanto para viajantes, quanto para estudantes de paisagismo, botânica e pessoas que buscam vivencias para o desenvolvimento humano, e bem estar junto à natureza.

    O circuito, que leva o visitante a um estado de pleno relaxamento e contemplação, leva de 3 a 4 horas para ser completado.

    O espaço do Parque é dividido em 7 setores, cada um deles com diferentes jardins, inspirados na cultura e tradições de países de várias partes do mundo.

    O SETOR BRONZE dá acesso aos JARDINS JAPONÊS e CHINÊS.

    O Jardim Japonês, une a arte da jardinagem a aspectos de meditação e espiritualidade, com elementos de profunda simbologia.

    O Jardim Chinês, utiliza elementos estéticos primários, que representam a passagem entre o mundo exterior e o refúgio do lar.

    O SETOR LILÁS nos leva ao JARDIM ROMÂNTICO e ao JARDIM DE SOMBRA.

    O Jardim Romântico, adota uma atitude introspectiva, com visões poéticas da natureza, dando espaço para o sonho e a fantasia.

    Já o Jardim de Sombra, como diz o nome, é composto por elementos e plantas que ficam protegidas da luz solar direta.

    O SETOR LARANJA segue para o LAGO DAS PONTES, com Pontes Orientais, cenário para uma foto romântica. O Bosque Outonal, revela árvores que mudam a cor das suas folhas de acordo com a estação.

    No Setor Laranja também ficam o chamado TAPETE VERDE, que faz referência aos espetaculares gramados ingleses.

    O SETOR VERDE encaminha o visitante ao ROCK GARDEN, com plantas de intensa floração, seguindo para o LABIRINTO DE GRAMA, com forte apelo esotérico, e também ao LABIRINTO CLÁSSICO. Esse último, típico de jardins de castelos, com corredores labirínticos que desafiam a orientação para sair dele, aos que se aventuram a entrar. O Setor VERDE abriga, também, o JARDIM INGLES, com estilo inglês, onde mistura formas, cores e texturas.

    O SETOR VERMELHO é onde fica o mirante, com vista da paisagem do Vale do Lageado, com desnível de 700m em relação ao Parque. Ali, encontram-se também os Jardins Árido, o de Raízes, o Jardim de Capins e a das Coníferas.

    É no SETOR AZUL que ficam os jardins mais icônicos. Ali estão o JARDIM AUSTRÍACO, inspirado nos jardins do Palácio Mirabell de Salzburg, o JARDIM FRANCÊS, o SCHOOL GARDEN, o ESPELHO D’ÁGUA, com plantas aquáticas e peixes ornamentais, e o JARDIM ALEMÃO, com uma abundância de cores e espécies, oferecendo uma vista espetacular do conjunto de jardins. Esse setor abriga, ainda, o Jardim Autoral, inspirado na moldura de Innsbruck, na Áustria.

    O SETOR CINZA, leva à romântica TRILHA DAS BROMÉLIAS e, também à saída de pedestres.

    No SETOR AMARELO ficam o Gift Shop, o Restaurante e o Café.

     

    A CASA DA ÁRVORE

    Dentre todas a atrações do Parque Amantikir, a de maior apelo para a visitação é a CASA DA ÁRVORE, um local que habita o sonho na infância. Essa charmosa casinha da árvore foi projetada pelo arquiteto Bruno Schmidt. São oito toneladas de madeira sustentadas a seis metros de altura e apoiadas em duas arvores sexagenárias. Cabos de aço também foram colocados para aumentar a segurança da sustentação.

    A inusitada casinha é funcional e até habitável (o proprietário do Parque se hospeda nela quanto vai ali). Seus 70m2 incluem um hall de entrada, uma saleta, um pequenino banheiro, e no andar de cima (sim, por incrível que pareça, é um sobradinho) fica o quarto, o deck, com arranjos de flores e mobílias rústicas, feitas com madeira local

    O visitante não precisa se preocupar com o circuito, tudo é muito bem organizado e sinalizado, com placas e flechas indicando o caminho. Na entrada do Parque, eles disponibilizam um mapa com sugestão de roteiros.

    COMO CHEGAR NO PARQUE AMANTIKIR
    Endereço do Parque Amantikir > Rua Simplício Ribeiro de Toledo Neto, n. 2200. Bairro Gavião Gonzaga – Campos de Jordão – SP CEP 12460-000
    Coordenadas GPS -22,783140, -45,603577
    www.parqueamantikir.com.br

     

    Chegando pelo Portal de Campos do Jordão: Após cruzar a Estrada de Ferro Campos do Jordão, entrar na segunda à direita. Seguir a sinalização >Pico do Diamante> Estrada Gavião Gonzaga. Entrar novamente à direita na Av. Ernesto Diedericksen (Av do Hote Toriba). Após o Hotel Toriba, permaneça à direita (no asfalto) na estrada Paulo Costa Lenz Cesar. Ao seguir essa estrada por 300 metros você cruza a Estrada de Ferro pela segunda vez. Permanecer nessa estrada, por mais 1.500 metros, onde vai cruzar novamente com a estrada de Ferro. Após cruzar a Estrada de Ferro pela terceira vez, já se visualiza a placa indicativa de madeira, entre à direita e siga por cerca de 400 metros. A recepção do Parque fica à esquerda.
    O Parque Amantikir fica na estrada de acesso de Campos do Jordão, a 10km do centro da cidade.

     

    INGRESSO: O ingresso custa R$ 40. Aberto todos os dias das 8h30 às 17h, todos os dias do ano). Os ingressos podem ser comprados diretamente na entrada oficial do parque.



  • Márcia Pavarini
    Ao longo de vários anos Márcia Pavarini percorreu o mundo viajando por todos os continentes e até aos Pólos. Foi anotando suas aventuras em diários que, hoje, perfazem aproximadamente 5.000 páginas. Ela esteve, até agora, em 240 países, de acordo com o critério de contagem da Travelers Century Club TCC. Na Coluna “Diário das 1001 Viagens” Márcia Pavarini divide com os internautas, do Portal, as experiências vivenciadas durante suas andanças.

    + Dicas do Portal
    Imagem 06/11 - Aula Experimental de Francês GRATUITA! Experimente, você vai gostar!
    + Espaço do Consumidor
    Imagem Locador de imóvel reclama a imobiliária de São José dos Campos o pagamento do IPTU atrasado
    + Matérias
    Imagem Netflix: redução de novos assinantes e revisão de metas
    + Mercado Publicitário
    Imagem Black Friday


     
    Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2005 - Todos os direitos reservados